A reforma da Casa de Saúde São Francisco de Assis, em Bambuí, Centro-Oeste mineiro, está em fase final e deverá ser concluída em breve, pois cerca de 90% das intervenções previstas já estão finalizadas. As obras de reforma geral do telhado nos blocos A, B e C, a troca das calhas e tubulação de água pluvial, tubulação hidráulica nos banhos, copas e postos de enfermagem do segundo pavimento já terminaram. Assim como a colocação de vasos sanitários, barras e revestimento de pisos nos banhos, nas copas e dos postos de enfermagem no mesmo pavimento. A reforma contemplou, ainda, a troca da parte elétrica e instalação de infraestrutura de cabeamento estruturado.

As obras na Casa de Saúde de Bambuí, com investimento de cerca de R$ 900 mil, estão concentradas no segundo andar da edificação e prevê a ligações dos quadros elétricos, pintura interna geral dos blocos A, B e C, pinturas das bate macas e esquadrias de madeiras, instalação de chuveiros, torneiras, luminárias de teto e de cabeceiras de leito, colocação de parte das telas mosqueteiros.

O diretor da Casa de Saúde de Bambuí, Divino Flausino de Almeida, informou que há mais de 30 anos a unidade de saúde não passava por reformas, o que levou a interdição de parte da edificação pela Vigilância Sanitária, devido à precariedade da estrutura. Em sua avaliação, as obras de reforma e adequação da unidade, após concluídas, vão permitir a reativação de 29 leitos que darão suporte ao serviço de urgência e emergência da região Centro-oeste, além de proporcionar mais conforto aos pacientes.

Histórico
A Casa de São Francisco de Assis, unidade hospitalar da FHEMIG, foi fundada em 23 de março de 1943, como sanatório, com o objetivo de atender e isolar especificamente pacientes portadores de hanseníase das regiões Oeste e Sudoeste de Minas Gerais, e Sul de Goiás, complementando as ações em saúde da colônia Santa Izabel, em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Em 2007, o hospital passou a ter a denominação atual - Casa de Saúde São Francisco de Assis – almejando se tornar um hospital de referência regional em reabilitação e atenção ao idoso, proporcionando um atendimento de qualidade diferenciada dentro do novo papel a ser desempenhado perante o SUS e a sociedade.

Atualmente, o hospital conta com unidades de internação em clínica médica e cirúrgica, assistência ambulatorial em diversas especialidades médicas; serviços de reabilitação e de apoio diagnóstico (exames laboratoriais e radiológicos).

*Com informações do Portal Fhemig
Foto: Arquivo DEOP